Como uma consulta de amamentação pode te ajudar a economizar com leite artificial?

É bastante comum as mães dizerem que não investem em uma consultora de amamentação porque acham caro demais. Muitas pessoas acreditam que ter uma consultora de amamentação acompanhando durante a gestação e amamentação é um “luxo”. Mas, na verdade, é bastante necessário.

Nesse post vou mostrar porque ter o apoio de uma consultora de amamentação e importante e como isso pode ser imensamente mais barato do que oferecer leite artificial pro seu bebê.

Imagem1

Vale a pena lembrar que, no Brasil, somente 10% das mulheres amamentam seus bebês até os 6 meses de vida, que é o tempo mínimo recomendado pelo Ministério da Saúde. Isso quer dizer que, até os 6 meses de vida, 90% dos brasileiros já tomaram mamadeira com leite artificial. Também preciso dizer aqui que o tempo médio de amamentação da mulher brasileira gira em torno de 54 dias. Isso, 54 DIAS, menos de 2 meses.

Você deve então estar se perguntando por que as mulheres amamentam tão pouco tempo… Acontece que o 1º mês de amamentação é crucial pra gente saber se vai rolar ou não e, depois disso, ou dá certo e deslancha, ou então não dá certo e caímos no temido desmame precoce. Poucos são os médicos pediatras que têm tempo e disposição para orientar as mães dos seus pacientes na amamentação e, como eu já falei, muitas mães consideram uma consultora de amamentação um “artigo de luxo”, muito caro.

Aí começa a introdução de bicos artificiais, chupetas, mamadeiras, etc. no intuito de facilitar. Mas, o que acontece com a introdução desses artifícios?? Acontece a diminuição da produção de leite materno. A diminuição de leite materno leva à inevitável FOME do bebê. E então, a inevitável FOME, leva à compra da primeira lata de leite artificial, no desespero.

Aí caímos em outro momento decisório – no desespero, ou a mãe opta por ajuda profissional, contratando uma consultora de amamentação, ou então se rende mesmo ao aleitamento artificial.

(Não estou dizendo que a mulher é menos mãe porque oferece leite artificial, mas todos sabemos os benefícios do aleitamento materno, né?)

Notem que o período de amamentação é um período difícil, muito desafiador para a mulher, que nem sempre conta com uma rede de apoio para dar suporte, como família e amigos. Nessas horas tem sempre aquela tia que vai falar que é impossível amamentar, aquela amiga que vai dizer que o mamilo dela quase caiu e aquela prima que diz que você TAMBÉM não vai conseguir.

E aí, quem poderá te defender?! Uma consultora de amamentação. Ela vai pegar na sua mão e vai te levar pro outro lado, pro lado do sucesso da amamentação. Vai te atender em casa, vai te dar apoio, vai te ensinar, vai te dar colo, vai dizer que tudo vai dar certo. E depois de te atender em casa, vai te atender via telefone, via WhatsApp, via Facebook, como for necessário…

Aí então voltamos na convenção de que ter uma consultora de amamentação é algo caro. Você já pensou quanto gastaria para manter o aleitamento artificial do seu bebê? Além do preço, que pesa no bolso, temos o prejuízo à saúde do bebê e da mãe.

Vamos fazer uma conta rápida:

Uma lata de leite artificial, daqueles normaizinhos, para bebês sem alergia, custa, em média, R$ 50,00 (400g). Levando em consideração que um bebê vai tomar, em média, 1 litro de leite por dia, e que 1 lata de 400g faz, em média, 4 litros de leite, você vai usar 92 latas de leite artificial por ano. 92 latas de leite x R$ 50,00 = R$ 4.600,00 por ano. Sem contar os gastos com acessórios, energia elétrica e água.

Um atendimento de uma consultora de amamentação custa cerca de R$ 200. O valor pode variar um pouco de acordo com a cidade, necessidade de deslocamento, número de consultas, etc., mas não passa muito disso.

Relativamente mais barato do que aleitamento artificial, não? Vamos ver de novo:

Leite artificial x Leite materno

Se o seu bebê for alérgico e precisar tomar um leite especial, cuja lata custa perto de R$ 200, seu “investimento” em fórmula passa pra R$ 18.500,00 ano.

Então, não precisa nem pensar duas vezes em ter ou não uma consultora de amamentação. O fator de sucesso para o aleitamento materno é receber as orientações certas e na hora certa. A hora certa é ainda durante a gravidez, ou então logo após o parto, na primeira mamada.

Pense nisso. E conte comigo.

 

Carol

Enfermeira neonatologista

COREN-SP 205.207


Observações

  1. Que bom seria se todos os sites fossem tão bons quanto esse. Eu não perderia tanto tempo procurando por informações. Abraço e sucesso

  2. Quanto conteúdo de qualidade nesse site. Obrigado por compartilhar. Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *